PORTO DE SANTOS COMEÇA O ANO COM CRESCIMENTO NA MOVIMENTAÇÃO DE MERCADORIAS

PORTO DE SANTOS COMEÇA O ANO COM CRESCIMENTO NA MOVIMENTAÇÃO DE MERCADORIAS
01 mar 2016

O Porto de Santos começa o ano de 2016 com crescimento na movimentação de mercadorias. O mês de janeiro obteve a marca de 7,83 milhões de toneladas, um aumento de 4,4% em relação ao mesmo mês de 2015. Alavancado pelas exportações, principalmente pelo milho, que registrou o recorde do produto embarcado no período, o complexo portuário santista alcança a 2ª maior movimentação para o mês, apenas inferior ao recorde obtido em 2013. As importações mantêm tendência, com queda de 13,4% em relação a 2015.

Para o ministro Helder Barbalho, da Secretaria de Portos (SEP), o resultado confirma as expectativas para o setor portuário. “O resultado do Porto de Santos demonstra o que temos afirmado, que não há crise nos portos brasileiros”, disse o ministro ao destacar que os números reforçam a necessidade de manter os investimentos. “Somente em Santos, este ano, são obras de dragagem, de melhoria de acessos e integração de modais, com recursos públicos, além dos investimentos privados”, finalizou.

O diretor presidente da Companhia Docas do Estado de São Paulo, Alex Oliva, ressalta a previsão otimista para o Porto de Santos em 2016. “Os números comprovam maior eficiência na gestão portuária. A Codesp está priorizando a viabilização da infrestrutura necessária para atender ao crescimento constante na movimentação de cargas. Com os novos arrendamentos de áreas portuárias e a conclusão de algumas obras viárias, este ano poderemos quebrar mais uma vez o recorde de movimentação do Porto”, declarou.

O resultado positivo de janeiro nas exportações foi de 5,58 milhões de toneladas, um crescimento de 13,8% em relação ao passado. O milho foi o produto com o maior aumento percentual no mês e também o de maior volume: 1,71 milhão t. O açúcar, embora com queda em relação a janeiro do ano passado (22,7%) foi o 2º produto em volume de exportação, com 950,5 mil toneladas embarcadas. O complexo soja, que agrega os embarques de grãos e farelo, foi o 3º produto mais exportado, com a movimentação de 301,4 mil toneladas. O número é 9,31% maior que a do mesmo mês no ano anterior. Também foram destaques as exportações de álcool (crescimento de 49,5%, total de 122,5 mil toneladas no mês) e carnes (aumento de 41,2% em relação a janeiro do ano passado, 72,8 mil t).

Nas importações, janeiro registrou queda de 13,4% em relação a 2015. O destaque positivo é o trigo, que reverte a tendência de queda registrada no ano passado. O produto registrou alta de 64,2% no mês. O resultado de 81,2 mil toneladas é maior que quase todos os meses de 2015 (menor apenas que o de fevereiro). Outro produto que registrou alta em importações pelo Porto de Santos foi o adubo, com 40,3% e 231,5 mil toneladas, o maior volume único dentre as mercadorias desembarcadas.

O enxofre foi a segunda carga mais desembarcada, com 112,9 mil t. O gás liquefeito de petróleo (GLP) também obteve crescimento em relação a janeiro de 2015: 56,8% (47,2 mil t ante 30,1 t no ano passado).

A movimentação de contêineres, que alcançou em janeiro 269.202 teu, registrou queda de 5,6% em relação a 2015. O fluxo de navios registrou 395 atracações, 4,1% menos que em janeiro de 2015, quando foram 412 navios. A consignação média (tonelagem/navio) registrou aumento em relação ao ano passado (22,6 mil contra 20,5 mil em janeiro/2015).

Fonte: Aduaneiras.com

Share

Lucas Matos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.